Servidores de Pocinhos que recebem acima do mínimo e os que não têm PCCR farão paralisações semanais

Os servidores públicos do município de Pocinhos que recebem acima do mínimo e os que não possuem Plano de Cargos, Carreira e Remuneração (PCCR), irão paralisar as atividades todas as terças, quartas e quintas-feiras, até serem recebidos pelo prefeito Cláudio Chaves. O calendário comeca ja nesta terça, 21, e foi definido em assembleia das categorias, realizada anteriormente, na sede local do Sindicato dos Trabalhadores Públicos Municipais do Agreste e da Borborema (Sintab).

As reivindicações dos trabalhadores incluem ainda o congelamento nos salários dos efetivos de nível superior, que recebem R$ 1.070 há mais de sete anos e condições de trabalho precárias, que inclui a falta de segurança nos órgãos públicos, expondo os servidores a situações de risco constantemente.

A diretora do Sintab em Pocinhos, Cilene Sales, salientou que embora o Sindicato já tenha encaminhado ofícios solicitando uma reunião com o prefeito, não houve nenhum posicionamento por parte da gestão. “Até o presente momento, ele não se posicionou, demonstrando total desinteresse os trabalhadores. Pedimos a compreensão e o apoio da população porque esta luta é de toda a sociedade”, frisou.

.

 

Compartilhar:

Veja Mais