Vitória do servidor! Derrubado veto à emenda que garante aumento progressivo da alíquota previdenciária em Remígio

Foi derrubado por sete votos a três, o veto do prefeito Francisco André Alves a uma emenda que propõe que o aumento da alíquota previdenciária seja progressivo e que os inativos e pensionistas não sejam obrigados a contribuir novamente. A votação aconteceu em sessão remota, realizada na noite desta quinta-feira, 18.

Conforme divulgado anteriormente pelo Sindicato dos Trabalhadores Públicos Municipais do Agreste e Borborema (Sintab), a emenda havia sido editada como proposta ao Projeto de Lei (PL) original de reforma do Instituto de Previdência dos Servidores de Remígio (Ipser), aprovado por unanimidade na Câmara Municipal e que aumentaria a contribuição dos servidores públicos de 11% para 14%, de forma imediata.

Joselito Barbosa, secretário de Coordenação das Cidades.

“Com a emenda que o prefeito tentou vetar, este aumento passa a ser progressivo e o prejuízo para os servidores será muito menor”, explicou o secretário de Coordenação das Cidades, Joselito Barbosa Dias.

A derrubada do veto significa uma grande vitória para os servidores públicos de Remígio e é resultado da luta destes trabalhadores, organizada pelo Sintab, com atuação fundamental das diretoras locais, Andreia Alves e Norma Maria do Nascimento e do advogado Bruno Veloso, assessor jurídico do sindicato.

Joselito reforçou que caso aprovado sem a emenda, o PL traria prejuízos imensuráveis para os trabalhadores.

“Seria injusto e prejudicial para os trabalhadores esse aumento da alíquota de contribuição para o IPSER. Aumentar de 11 %para 14% a alíquota previdenciária é diminuir, ainda mais, o poder de compra dos trabalhadores. Os prejuízos são incalculáveis. Mais cruel ainda, é cobrar dos aposentados e pensionistas. Estas pessoas já contribuíram, não só financeiramente para o Ipser, mas também, dedicando suas vidas ao serviço público. Não é justo que, após tantos anos de contribuição, voltem a contribuir novamente”, destacou.

Compartilhar:

Veja Mais